quarta-feira, 27 de junho de 2012

Histórias que Vivemos

Fala pessoal, estamos de volta após um final de semana corrido e maravilhoso que tivemos no AIC (Autódromo Internacional de Curitiba), em uma das melhores etapas de todos os tempos. Acha exagero? Pois bem, lá se vão alguns números: 5 categorias diferentes (Marcas A, B e Sênior, Turismo Carburado, Turismo 5.000 A e B, Sprint Race e Superbikes), mais de 80 pilotos inscritos, e uma marca jamais vista neste campeonato, uma diferença de 0.026 entre os três primeiros pilotos! Os protagonistas deste feito foram, na sequência de chegada Davi Dal Pizzol-72, James Ramos-7 á 0.017 e Gustavo Magnabosco-4 á 0.026. Sinceramente, eu nunca tive o prazer de presenciar ao vivo, e confesso que não tive a reação mais esperada por quem tem uma máquina fotográfica na mão, fotografar. Simplesmente não consegui. Não tive reação. O arrependimento veio na hora, mas como não podia pedir replay, tive que guardar em minha mente as imagens e descrevê-las para as pessoas o que vi. Eis que me vem o Rudnei, o câmera e editor de imagens do Programa Velocidade me perguntando, "tirou foto?", respondi com desânimo total, "NÃO!", e ele, "EU FILMEI!". Foi como se tivesse tirado uma tonelada das minhas costas, pois existia uma esperança de poder compartilhar esta imagem que se tornara épica. Bom, para provar o que estou descrevendo e não dizerem que é história de automobilista, aqui estão as provas.











  O resultado foi claro.


Então, acreditaram agora? Foi impressionante ou não? Eu sinceramente gostaria de ter tirado uma foto deste feito maravilhoso que estes três pilotos Davi Dal Pizzol, James Ramos e Gustavo Magnabosco fizeram. E um dia tenho certeza que estarei ouvindo esta história e poderei dizer "eu vi ao vivo, á cores e com o maravilhoso som ensurdecedor de três carros juntos."


Um comentário:

Fabiani C Gargioni #27 disse...

Que show Deivecris, goswtaria de ter presenciado ao vivo tbém, que chegada!!!