terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Gedson Gonçalves nas 100 Milhas de VNT


Quem participou da prova festiva que dá início ao Campeonato Paranaense de Terra, as 100 Milhas de São José dos Pinhais, foi Gedson Gonçalves. Nesta prova, a maioria das equipes revesam no mínimo em duplas, por se tratar de uma prova de resistência, tanto para o equipamento e principalmente, ao piloto, por isso, podemos considerar o fato de andar sozinho nesta prova, uma "façanha". Gedson o fez, e fez bem, largando na 2ª posição, conseguiu chegar ao final com um honroso 3º lugar em sua categoria. Aqui vão alguns números, que são interessantes de saber sobre esta prova: a duração é em média 2 horas. A temperatura interna do carro, pode passar de 50 graus. Pode-se perder em torno de 2 a 5 quilos de líquido no corpo. Dependendo do carro, gasta-se 100 litros de combustível. Mais de 600 trocas de marcha. São 100 voltas. 160 Kms.
Os números, podem não impressionar tanto para quem é acostumado a ver provas de longa duração mais tradicionais como, 500 Milhas de Londrina, 12 Horas de Tarumã, 1000 Milhas de São Paulo, 24 Horas de Le Mans, 24 Horas de Daytona, etc. Mas o que impressiona nesta prova, é por se tratar de uma prova na terra. São 100 voltas completamente diferentes uma da outra. Um profundo conhecedor sobre velocidade na terra, uma vez disse que "pilotar na terra é ter certeza absoluta de que existem “duas pistas”: a que nós queremos e imaginamos fazer e aquela que o carro faz por conta, sem obedecer nossos comandos, ‘bailando livre, leve e solto’ pela pista, como se estivesse sozinho." - Francis Trennepohl
Ele soube resumir bem o porquê da paixão dos pilotos pela "terrinha".
E aqui vai um vídeo bem resumido, que mostra apenas partes interessantes desta ótima corrida de Gedson Gonçalves #371 (Gedex Seguros/DEX Comercial/GVTeck).

Nenhum comentário: